A pele é o maior órgão do corpo e quase sempre um reflexo de como estamos por dentro. É um dos sistemas encarregados de limpar o organismo, juntamente com o fígado, os rins, os pulmões e os intestinos. A Medicina Tradicional Chinesa a relaciona com o intestino grosso e os pulmões.


Para ter uma pele saudável, você tem que evitar os tóxicos que possam sobrecarregar os órgãos de limpeza. Também há que evitar técnicas culinárias não saudáveis e eliminar alimentos que nos roubam vitaminas e minerais necessários para a renovação celular, como lácteos, farinhas e açúcares refinados, gorduras transformadas ou alimentos processados.


Diante de um problema de pele (acne, rugas, pele seca…) costuma-se aconselhar fazer uma depuração hepática , uma vez por ano, de preferência na primavera, evitar a prisão de ventre e alimentar a flora intestinal.


O esporte, não beber álcool, evitar o estresse, dormir bem e ao ar livre também contribuem para cuidar da pele.


Pele e ossos em forma


Para desfrutar de uma pele saudável, é fundamental manter-se bem hidratado e se nutrir com alimentos ricos em ômega-3, proteínas, vitaminas, minerais e antioxidantes.


1. As sementes de chia são ricas em omega-3


Fornecem aminoácidos de alta biodisponibilidade e são ricas em omega-3, o que as torna ideais contra problemas de pele, como as rugas ou a secura.


É melhor grind para aproveitar bem esses nutrientes. Tomar 2 colheres de sopa ao dia em forma de pudim, como salsa ou azeitona de mesa.


2. As endibias nos manter hidratados


Por ser rico em água e de sabor amargo, são perfeitas para favorecer a função hepática e nos manter hidratados.


Acompanha suas saladas com 1 ou 2 endibias. Podes também as preencher de verduras picadas e temperadas.


3. Damascos, ricos em beta-caroteno


Sua cor alaranjada deve-se à sua riqueza em beta-caroteno e de substâncias precursoras da vitamina A, essencial para a renovação celular.


Consome 2 ou 3 frescos por dia ou desidratados e ecológicos.


4. O pepino é hidratante como alimento e na máscara


Consumido com a pele, traz também o seu sabor amargo e poder hidratante, o que cumpre muito bem a função de depuração e estimular o processo de limpeza.


Come o meio pepino por dia com a pele, durante o verão, em saladas, cremes ou sucos.


Pode ser utilizado diretamente sobre a pele, máscara hidratante e nutritiva.


5. Pimentão vermelho, indispensável para formar colágeno


É o alimento com maior teor de vitamina C. Esta é imprescindível para a formação do colágeno, proteína que sustenta a pele.


Você pode tomar um ou meio por dia, durante sua temporada.


6. A cavalinha é rica em silício


Esta planta é muito rica em silício, um mineral que também aparece como co-factor na formação do colágeno.


Para adicioná-las à sua dieta e aproveitá-la bem, você deve usá-lo moída ou triturada. Tome 1 pitada o dia, como azeitona de mesa ou adicionada ao gomasio.


7. Cúrcuma para combater a acne


Como grande spice anti-inflamatória, pode ser muito recomendável para a acne. Há que ter em conta que, nestes casos, pode ser recomendada uma alimentação anti-inflamatória.


Cada dia usa 2 rodajitas, ou meia colher de chá se usa em pó.


8. As sementes de gergelim moídas dão metionina


Fornecem gorduras saudáveis e são as sementes mais ricas em metionina, um aminoácido natural cisteína, diferindo necessário para formar colágeno.


Tomar 2 colheres de sopa ao dia, triturada ou na forma de tahini.


9. Frutos do bosque, melhor silvestres


São ricos em antioxidantes, necessários para que não se desestructure a pele. Se são silvestres contêm maior quantidade, pois a planta teve que desenvolver para lidar com as intempéries do clima.


Na temporada para a diária de 1 punhado de frutos do bosque.


Pele saudável e hidratada


10. Espirulina, o superalimento para uma pele sempre jovem


Esta alga verdiazul, considerada um superalimento, tem capacidade para nutrir e desintoxicar o sangue, bem como para favorecer os processos de regeneração celular. Isso ajuda a evitar a pele seca e a retardar o aparecimento de rugas.


Tomar 1 ou 2 colheres de chá ao dia em molhos, cremes ou smoothies.

O vinho tem uma história vasta e arcaica, acredita-se que ele foi descoberto por um erro, quando na antiga Mesopotâmia se bebia o suco de uva fermentado. Esta maravilhosa coincidência deu início à sua expansão para outras culturas e civilizações.

Alguns dizem que, na atualidade, o poder do vinho transcende e suas propriedades anti-envelhecimento, a sua capacidade para melhorar as funções do coração, conseguir um bom humor em quem o consome, se baixar os níveis de ansiedade e liberar endorfinas, que são de grande benefício para as pessoas, mas nós convidamos você a consultar com seu médico antes de tomar a sua dieta estas recomendações.

Especialista no tema sobre vinhos

O vinho sempre esteve ligada à ligação do ser humano com a divindade, o místico, a alegria e a saúde. Juan Pablo Gómez, especialista no tema, com estudos em Napa Valley Wine Academy, nos conta tudo sobre esta maravilhosa bebida.

De acordo com João Paulo, o vinho é feito a partir da fermentação de uvas recém-colhidas. Seu processo de produção consiste em esperar durante um

ano a que estas tenham um grau de maturação e sabores concentrados, em seguida, são coletadas depois do verão para extrair seu suco e aumentar o leveduras que o fermentados (converter o açúcar em álcool e dióxido de carbono).

Quais são os tipos de vinho existem?

O vinho pode ser classificada de várias maneiras, por seu corpo, estilo, doçura, passagem por madeira e cor; esta última categoria é a que determina que tão saudável e benéfico é para el organismo. Existem vinhos tintos, rosés e brancos, eles têm umas substâncias chamadas taninos, presentes na pele das uvas brancas ou tintas, que ajudam a manter a cor.

Os taninos são compostos naturais e adstringentes que contêm benefícios antioxidantes para o organismo, estes têm maior presença nos vinhos tintos. Os vinhos rosados possuem uma menor quantidade e como têm pouco contato com a pele das uvas tintas, a sua cor é mais pálido; os brancos não têm muita presença destes já que em sua produção não são utilizados nas cascas das uvas e por isso não têm pigmentação.

João Paulo afirma que o segredo está em consumir vinho tinto para aproveitar ao máximo as propriedades saudáveis do chamado elixir da vida.

Propriedades saudáveis do vinho

A pele das uvas tintas contém uma ampla gama de compostos fenólicos (ácidos fenólicos, flavonóides e resveratrol), os quais lhe conferem grandes poderes antioxidantes, que fazem com que seja benéfico para a saúde quando consumido em quantidades moderadas.

O amplo estudo que João Paulo teve por sobre a bebida, que lhe permitiu saber que o vinho tinto ajuda a manter as artérias limpas, a combater os radicais livres que causam o envelhecimento e prevenir doenças degenerativas, como o câncer.

Como qualquer elemento deve ser consumido com moderação para que não seja prejudicial. A quantidade diária recomendada varia de acordo com o sexo, devido a que os homens têm maior predisposição genética para tolerar o álcool, ao contrário, as mulheres por ter estruturas um pouco mais pequenas têm menos tolerância e resistência a este.

Ele também aponta que, com esta dose, o fígado metaboliza o álcool, sem que ocorram danos no corpo.

Outra das grandes vantagens do vinho é que facilita o trabalho do coração. A sensação de calor que ocorre depois de tomar uma bebida, é a prova de que se tenha provocado uma vasodilatação no aparelho cardiovascular, em outras palavras, aumenta a capacidade de armazenamento de sangue no corpo, o que resulta em uma ação diurética, o que melhora as funções do coração.

De acordo com Juan Pablo Gómez, esta milenar bebida tem ações muito favoráveis sobre o metabolismo, pode reduzir o colesterol ruim e transformar a glicose em glicogênio para que esta possa ser armazenada no fígado, favorecendo as pessoas que sofrem de diabetes.

Beber vinho exerce uma ação positiva sobre o humor, o caráter e o temperamento das pessoas, diminuindo os níveis de ansiedade.

Além destas saudáveis razões para consumir, João Paulo garante que também é importante ressaltar que este estimula a produção de endorfinas, o que basicamente contribui para a felicidade e o bem-estar.

Segundo João Paulo, o vinho é bom para um encontro amoroso, ao se apaixonar por alguém, para resolver um problema, celebrar, estabelecer relações mais fortes ou fazer negócios, pois permite que se reduza o ego e se possa falar de humano a humano.

Deixa que te invada a magia e o espírito do vinho para encher a sua vida de bem-estar e saúde.

Conte-nos se você se anima a tomar vinho e consumir esta bebida em quantidades corretas para aproveitar seus grandes benefícios e, claro, não se esqueça de consultar seu médico!

 

Educação sanitária


Uma correta explicação para os pacientes e familiares sobre como se formam as úlceras por pressão e a importância extrema de evitar a pressão sobre as áreas de risco, constitui o pilar básico para a prevenção e o tratamento destas.


É muito importante ressaltar que as úlceras por pressão constituem uma complicação muito séria para aqueles pacientes que devem permanecer na prova realizada pela mesma ou em cadeira de rodas durante um período de tempo prolongado.


Pode afirmar-se que se estas pessoas não colocam um especial cuidado em evitar a ocorrência de ulceraciones, aparece com toda a segurança de uma úlcera por pressão em algum momento de sua vida, agravando o prognóstico de sua doença de origem. Além disso, há que ter em conta que a cura de uma úlcera já instaurada, é um processo lento que envolve um repouso prolongado, atrasando consideravelmente a reabilitação e a reinserção do paciente em seu ambiente social, familiar e de trabalho.


Outro dos motivos chaves, para enfatizar a prevenção, é a elevada incidência de complicações como infecção e sepse, que resultam em reingresos hospitalares, internações prolongadas, tratamentos cirúrgicos e um processo de recuperação mais lenta.


Medidas preventivas


As úlceras por pressão são produzidas em qualquer área do corpo, especialmente naquelas em que uma pessoa deitada ou sentada apoia a sua pele sobre o colchão ou assento, como as proeminências ósseas, onde se aumenta mais a pressão ao ser comprimida a pele entre duas superfícies duras (ossos e colchão). Portanto, podemos afirmar que a causa direta da ocorrência de úlceras é, principalmente, a pressão é mantida durante um determinado período de tempo.


Se a causa direta é a pressão, a forma de evitar o aparecimento destas deve basear-se em não manter apoio contínuo sobre a pele, ou seja, evitar a pressão. Para o cuidado na prevenção de úlceras por pressão, existem vários elementos que são fáceis de usar e de baixo custo, esses materiais são chamados de “pontes” ou “rolos”, os quais evitam o contato direto da pele exposta ao risco com a superfície, permitindo assim uma fácil circulação sangüínea.


Existem diversos tipos de pontes, como as bolsas de água de 3.000 cc, as luvas com água, travesseiros, almofadas e rolos de cobertores ou lençóis. Para usá-los de forma correta, devem estar protegidos com uma tela que evite o contato direto com a pele, já que as pontes de plástico se aquecem ao contato com o corpo e podem causar outras lesões.


As pontes são colocados de acordo com a posição em que se encontra o paciente, como o indicam as seguintes figuras:


Decúbito PronoDecúbito DorsalDecúbito Lateral


Além das pontes, também é importante que o paciente adote a posição sedente solivie seu corpo apoiando-se nos braços enquanto conta até 10, desta forma, a área sacro – coccígea se irrigará e será menor o risco. O uso de pneus ou almofadas em forma de anel está contra-indicado, deve ser o ideal de uma almofada em forma de ferradura.


Outras medidas preventivas:



  • Limpeza de pele e higiene pessoal diária com sabonetes neutros (pH neutro).



    • Aplicação de cremes hidratantes, não gordura.



    • O colchão deve ser confortável e os lençóis limpos, a fim de que a pele não fique em contato com secreções como suor, urina, fezes e restos de alimentos, entre outros.



    • Usar almofadas, almofadas e bolsas de água que distribuídas homogeneamente as pressões e que não sejam demasiado duras. Uma almofada rígido aumentar a pressão sobre a área de apoio, podendo ser a origem do aparecimento de eritema e ulceraciones.



    • Quando possível, pode-se adotar a posição de decúbito prono por períodos, enquanto o paciente permaneça na cama, protegendo os joelhos e os dedos dos pés. Esta posição permite a liberação de pressões da cintura pélvica, área anatômica com maior incidência de ulceraciones.



    • As pessoas que devam permanecer em cadeira de rodas, é importante ensiná-los a tomar uma posição correta que diminua o apoio sobre a região sacro-coccígea e também o deslizamento do assento.



    • A realização de mudanças de postura deve ser rigorosa. Além das alterações formais de posição que são aqueles estabelecidos pelo horário de acordo com as necessidades individuais de cada paciente, o pessoal cuidador deve apoiar-se as mudanças informais, os quais são mudanças simples de posição, em que não é quebrada completamente o paciente, mas que altera algumas posições de segmentos corporais que estão suportando a pressão, como os braços, os cotovelos, os calcanhares, os tornozelos, entre outras.



    • Outro aspecto a ter em conta para diminuir a pressão é a posição da cama. Recomenda-Se que o cabeçalho não estiver em um ângulo superior a 30º, já que induz a uma maior pressão na região sacra, um aumento de dificuldade respiratória nos doentes prova realizada pela mesma e uma flexão/extensão forçada, os músculos da cintura pélvica, com o que se produz um maior risco de contusões musculares. Quando colocar o paciente em posição semifowler, é necessário aumentar também cerca de 20º a parte inferior da cama, impedindo desta forma que o paciente se desloque.



    • A hidratação da pele com cremes hidratantes é uma medida preventiva importante, sempre e quando não se realizem massagens que geram atrito, aumentando o risco de lesões na pele.



    • Vigiar sempre o estado da pele durante cada mudança de posição. Para isso, você deve executar uma inspeção regular das áreas de apoio, onde o paciente pode ajudá-lo com um espelho, monitorando o que não aparece um eritema que indicaria que se chegou ao limite de tolerância da pele à pressão.



    • Uma dieta correta, incluindo um bom aporte protéico, bem como de vitaminas e minerais, será um apoio importante para prevenir a formação de úlceras por pressão e favorecer a cicatrização dos tecidos já danificados.



    • Um humor estável para além do apoio permanente do grupo familiar, são pilares fundamentais para o sucesso da prevenção.

 

São muitas as doenças silenciosas que atacam silenciosamente nosso organismo, no entanto, existem duas bastantes comuns que frequentemente são descobertos em uma simples consulta de rotina: a hipertensão e a dislipidemia.

Doutora

A Dra Clara Inés Arango Campuzano, Médica Geral da Universidade Pontifícia Bolivariana, argumenta que as doenças silenciosas que são aquelas que não produzem sintomas, mas que, se não forem detectadas a tempo, podem causar muito dano a longo prazo.

A partir de sua experiência, a Dra Clara foi possível estabelecer que duas das doenças silenciosas mais comuns são a dislipidemia e a hipertensão.

A dislipidemia é um distúrbio no metabolismo dos lípidos, ou seja, um acúmulo de placas de colesterol dentro das artérias, o que faz com que estas se entopem e o sangue circule de forma adequada.

A hipertensão arterial é definida como pressão arterial elevada, uma anomalia que faz com que as artérias fiquem mais rígidas e se vão endurecendo, fazendo com que o coração tenha que se esforçar mais para bombear muito mais forte e vencer essa resistência que coloca em dificuldade a correta circulação do sangue.

De acordo com a Dra Clara, pode-se sofrer de pressão alta por dislipidemia, por isso, ela adverte que uma doença muito certamente pode levar a outra, e que cuidar mal este tipo de distúrbios ou não descoberta a tempo, pode desencadear doenças mais perigosas, como a insuficiência renal crônica ou diabetes.

Em seu viver diário, ela encontrou um grande número de pacientes que chegam sem sintomas ou com outro tipo de desconforto ao seu consultório, no entanto, diz que ao fazer-lhes a tomada de pressão de rotina, às vezes, os níveis são elevados, e por essa razão procede para fazer um acompanhamento para confirmar ou descartar a possível doença.

Doenças silenciosas

Uma triagem de pressão arterial consiste em medir a pressão durante 3 dias diferentes, em 3 posições diferentes. Esta se realiza quando o médico tem uma suspeita de hipertensão no paciente, e serve para determinar se você está sofrendo com esta doença.

A Dra Clara insiste em que, se estas duas doenças silenciosas que não se cuidam bem ou não for detectada a tempo, podem, a longo prazo, prejudicar os órgãos alvos (Coração, rim e cérebro), órgãos vitais no organismo.

Perante este panorama, a Dra Clara argumenta que a chave está em prevenir e cuidar adequadamente para não desenvolver estas doenças silenciosas. Ela enumera determinados fatores de risco que devem ser levados em conta para que nenhuma destas patologias apareça de surpresa e possa comprometer a saúde.

Fatores de risco que podem desencadear doenças silenciosas:

  1. Obesidade.
  2. Maus hábitos alimentares
  3. Sedentarismo
  4. Tabagismo

De acordo com a Dra Clara não há nada o que fazer, uma vez que sofre de hipertensão, já que é uma condição para toda a vida. No entanto, você pode controlar através do consumo constante e disciplinado dos medicamentos prescritos, e tendo em conta as seguintes recomendações:

  1. Fazer exercício.
  2. Ter uma dieta baixa em sal
  3. Consumir abundante líquido
  4. Controlar o peso

Finalmente, com relação a este tema, a Dra Clara expõe uma sábia conclusão: o corpo é uma máquina incrível, de seu tratamento e cuidado depende a sua duração e em muito bom estado.

A prevenção, o tratamento integral do corpo e os bons hábitos devem ser a palavra de ordem que garanta uma vida saudável e livre de doenças.

 

A orelha é uma estrutura complexa, composta por vários órgãos que tratam de diversos sistemas do nosso organismo; as alterações auditivas se manifestam através de simples desconforto, no entanto, se não são atendidas a tempo, podem se transformar em sérios problemas de saúde. A medicina homeopática, também é uma alternativa para assistir ou tratar as afecções deste importante órgão.


A Dra Maria Constança Peres Restrepo é médica geral da Universidade de Antioquia e especialista em medicina homeopática da Universidade Candegabe da Argentina, desde a academia, sentiu especial fascínio pela abordagem bioenergética, do qual se derivam terapias alternativas ou complementares como: homeopatia, acupuntura, neuropatia, aromaterapia, entre outras; por isso, atualmente, dedica-se a tratar seus pacientes, utilizando o método homeopático.


Embora tanto a medicina alopática (convencional), como a homeopática, buscam a cura, esta última é a diferença porque aponta para encontrar a causa da doença para enfrentá-desde a sua origem e tratá-la através de medicamentos e sistemas não invasivos, comenta a Dra


Quais são as doenças auditivas mais comuns no adulto?


A Organização Mundial da Saúde (OMS), afirma que as doenças auditiva no adulto são um fator comum, a Dra Maria Constança Peres Restrepo, concorda e acrescenta que as afecções mais freqüentes nesta população, são a vertigem, perda da audição e as tumoraciones.


Ela, por sua vez, diz que o problema pode vir acompanhada de náuseas, vômitos, visão fora de foco ou ruído nos ouvidos.


No entanto, a doutora diz que não, necessariamente, o envelhecimento é sinônimo de surdez e que o cuidado desempenha um papel fundamental na prevenção desta doença.


Quais são os sintomas podem ser motivo de consulta?


“Tudo o que você saia do comando” , diz o especialista, ou seja, anomalias, que embora pareçam esporádicas, sejam frequentes e evidentes:


– Dificuldade para ouvir normalmente
– Tonturas, sonolência e dificuldade ao se levantar de manhã
– Sensação de perda do equilíbrio sentado ou de pé
– Dores de cabeça e visão turva
– Perda de audição
– Sensação de rolamento
– Emite um sinal sonoro ou ruído dentro do ouvido
– Dor no pavilhão auditivo
– Escorra da linguagem exagerado nos ouvidos



A Dra Maria Constança, garante que o mais importante ao atender idosos, é examinar cuidadosamente: “Há que fazer uma varredura detalhada que permita eliminar, primeiro que nada, tumoraciones, as quais são muito frequentes nas pessoas de idade avançada”, aponta a especialista.


Finalmente, no vídeo abaixo, a Dra Maria Constança, também explica que medidas se podem tomar em caso de sofrer um ataque de vertigem em casa e uma série de recomendações, para evitar o desenvolvimento de doenças deste tipo com o passar do tempo:


É fundamental tomar consciência sobre os sintomas que possam comprometer a sua saúde auditiva! Se você quiser obter mais informações sobre a medicina homeopática e a sua aplicação, você pode entrar em contato com a Doutora Maria Constança Peres em seu e-mail: xxx ou no seguinte link: https://www.doctoralia.co/medico/perez+restrepo+maria+constança-14868950.


Você tem alguma afecção auditiva? Eu vi a medicina homeopática? Não hesite em consultar um profissional que possa ajudá-lo, lembre-se que os problemas auditivos devem ser tratados o quanto antes.

Cuidar de outra pessoa significa adquirir uma série de exigências que, algumas vezes, podem prejudicar o cuidador, tanto no aspecto físico como no mental e psicológico. Às vezes, no trabalho de cuidar, são negligenciados atividades que permitem recuperar-se de aspectos como o cansaço, a tensão e o stress de cada dia. Por isso, os prestadores de cuidados de saúde que melhor se sentem são os que levam cerca de hábitos de vida saudáveis que lhes permitam ter melhores condições físicas e psicológicas e assim cuidar adequadamente de si mesmos e de sua família.


Te orientamos através de uma simples e básicas ações para a sua saúde:


1. Dormir o suficiente


Dormir é uma necessidade vital. Sem uma boa noite de sono, as pessoas podem ter uma infinidade de problemas como falta de atenção, maior risco de acidentes e irritabilidade. A falta de sono é um problema comum entre os prestadores de cuidados de saúde, porque muitas vezes de cuidar de um familiar significa atendê-lo dia e noite. Tudo isso pode provocar um aumento da tensão emocional e uma maior fadiga do cuidador.


2. Fazer exercício com regularidade


O exercício físico é uma forma útil de combater a depressão e a tensão emocional. É uma forma saudável de eliminar as tensões que vão se acumulando ao longo do dia. Muitos prestadores de cuidados podem pensar que encontrar tempo para fazer exercício é, em si, um problema. Mas há sempre alternativas. Caminhar é uma das formas mais simples de fazer exercício, e por isso se podem aproveitar as saídas para a rua de compras ou a fazer gestões) para caminhar um pouco. De igual forma, se as condições físicas da pessoa que cuida-se assim o permitirem, podem caminhar juntos, mesmo que seja por um curto espaço de tempo. A bicicleta estática também é uma boa opção para fazer exercício sempre que sair de casa é difícil.


3. Evitar o isolamento


Muitos prestadores de cuidados de saúde, como conseqüência de um excesso de trabalho, distanciam-se de seus amigos e familiares quando a pessoa a que se importam requer uma dedicação intensa. Isso pode levar a uma situação de isolamento que aumenta o cuidador a sensação de “sobrecarga” e stress, e que pode causar problemas físicos e psicológicos. Para evitar que isso ocorra, uma boa solução é que o cuidador tenha algum tempo livre para fazer atividades que lhe agradem.



Se o cuidador tem dificuldades de tempo e é necessário que outras pessoas lhe substituam durante algum período, a pedido de ajuda pode dar resultados muito bons. Em qualquer caso, é importante manter as amizades e dedicar um tempo para estar com eles.


4. Sair de casa


Destinar algum tempo para estar fora de casa é também um hábito saudável e aconselhável para os prestadores de cuidados de saúde. Diante de uma recomendação como esta, os prestadores de cuidados de saúde costumam levantar a seguinte questão: “Me parece muito bem, mas com quem eu deixo para o meu marido (pai, irmã,…)?”. Evidentemente, não é fácil, mas é importante buscar alternativas, já que, se não contamos com momentos para estar fora de casa, visitar alguém, caminhar ou estar com os amigos, poderíamos chegar a ter a sensação de viver “preso”. Para que isso não aconteça, agora encoste-se um familiar ou amigo que te substitua nos momentos em que você sente você precisa de um descanso.


5. Manter hobbies e interesses


Com freqüência, as pessoas que cuidam de familiares mais velhos, tendem a concentrar-se de forma quase exclusiva nas necessidades destes e a empregar a maior parte de seu tempo em atendê-los, sem reparar em suas próprias necessidades. No entanto, embora seja difícil, o ideal é manter um equilíbrio entre as próprias necessidades e interesses pessoais e as obrigações que envolve de cuidar de um familiar. Por isso, em caso de que se tenham ido abandonando hobbies, atividades, contato com as amizades, e outros, é conveniente que pouco a pouco se vão incorporando outra vez a nossa vida. Assim, o cuidador pode começar por elaborar uma lista das atividades que você gostaria de fazer e, a partir daí, escolher aqueles que sejam mais viáveis e começar com elas. Gradualmente, você poderá ir selecionando outra atividade para incorporá-la e, desta forma, fazer com que o desfrute pessoal seja uma parte natural da vida diária do cuidador.


6. Descansar


As pessoas que estão a cuidar de um familiar estão sujeitas ao longo do dia-a-um esforço contínuo. Por isso, é importante que introduzam em sua vida diária, momentos de descanso, sem que seja necessário, para isso, sair de casa ou deixar só a sua família. Existem formas simples de se distrair e relaxar, por exemplo, respirar profundamente durante alguns instantes, a olhar ao longe pela janela, a pensar em algo agradável, tomar um refrigerante, entre outras. Também pode ser muito útil praticar alguma técnica de relaxamento. O relaxamento é um bom método, com uma dedicação mínima de tempo por dia, podemos obter grandes benefícios físicos e psicológicos.


Possíveis razões para não dormir: orientações para cuidar do cuidador


O cuidador tem muitas tarefas para fazer durante o dia, e por isso não dispõe de tempo para dormir o suficiente. Para isso recomenda-se planejar o tempo, fazer somente o que é estritamente necessário e dedicar alguns momentos do dia para descansar. Isso permitirá que o cuidador se sinta melhor e, além disso, irá ajudá-lo a render mais. Também pode-se descansar durante os momentos do dia em que a pessoa que recebe os cuidados descansa, por exemplo, a hora da sesta.


A falta de tempo é uma das maiores preocupações dos cuidadores, pois devem dividir o seu dia entre as suas próprias necessidades, cuidar do seu familiar, atender a outras pessoas da família, suas responsabilidades trabalhistas, e estar com amigos. O tempo é sempre limitado e exerce uma grande pressão sobre os prestadores de cuidados de saúde, que se sentem, muitas vezes, “ultrapassados” por as múltiplas obrigações e tarefas que devem ser realizadas a cada vez. Tentar combinar da melhor maneira possível, as nossas obrigações, necessidades e quantidade de tempo de que se dispõe, é algo que sem dúvida pode nos ajudar a viver melhor.


Como organizar o tempo?



  • Perguntar “o que É necessário fazer isso?”. Desta forma, você pode decidir quais atividades são importantes e que atividades você pode dizer “não”.

  • Definir objectivos realistas antes de se comprometer. Contar com outros membros da família. Questioná-los, pedir sua opinião, ver com eles que podem nos ajudar e incluir esta ajuda em nosso plano de vida.

  • Envolver a sua família, as mudanças e decisões.

  • Elaborar um plano de atividades.

Como fazer um plano de atividades?


1. Fazer uma lista de todas as tarefas que devem executar.


2. Organizá-los de acordo com sua importância, a começar pelas mais relevantes.


3. Marcar para cada tarefa o tempo aproximado que você precisa dedicar.


4. Fazer outra lista com as atividades que gostaria de realizar.


5. Organizá-los de acordo com a importância para você.


6. Marcar para cada atividade o tempo aproximado que você precisa para realizá-la.


7. Faça agora uma única lista com as tarefas que deve realizar e as que gostaria de fazer, seguindo uma ordem de importância.


8. Se não há tempo para todas as tarefas e atividades que marcou, adie para outro momento, as que estão nos últimos lugares da lista e, quando dispuser de tempo extra, dedíquelo a elas.


 

A incontinência urinária de esforço é um tipo de incontinência onde uma mulher sofre de perdas de urina ao realizar atividades cotidianas, como tossir, rir, espirrar ou fazer exercício.


Pode dar-se por um enfraquecimento do músculo do esfíncter, que controla a uretra, o que pode ocorrer como consequência de uma gravidez ou parto, ou siga com a idade avançada.


Os problemas de apoio pélvico também são uma das principais causas da incontinência urinária de esforço. Esses problemas ocorrem quando os tecidos e os músculos que fornecem apoio à uretra, bexiga, útero ou reto são enfraquecidas ou distienden. Esses órgãos podem, então, deslocar-se para baixo e causar perdas de urina ou fazer com que seja difícil a sua remoção.


Principais Tipos de cirurgias


1. Os cabestrillos uretrales :


Pode-se usar um sling quando a uretra é deslocado para baixo e para fora de seu lugar habitual, ou quando o esfíncter da uretra está enfraquecido. O sling é uma cinta estreita do que é colocado abaixo da uretra. Atua como uma rede para apoiar e levantar a uretra e o colo da bexiga.


2. A colposuspensión:


Este tratamento é utilizado quando a bexiga e a uretra são deslocado para baixo e para fora de sua posição habitual. O tipo de colposuspensión que se realiza mais comumente é chamado de operação de Burch: levanta-se o colo da bexiga para devolvê-lo à sua posição correta através de alguns pontos da parede vaginal e os tecidos da pelve. Estes pontos mantêm o pescoço da bexiga no lugar e ajudam a dar apoio à uretra.

Incontinência

Podem combinar-se de diferentes técnicas cirúrgicas para obter os melhores resultados. Uma intervenção para a incontinência urinária de esforço, por exemplo, pode ser feito junto com uma intervenção para corrigir um problema de suporte pélvico.

Incontinência urinária

Perigos da cirurgia



  • Lesão na bexiga, intestino ou dos vasos sanguíneos

  • Hemorragia

  • Infecção das vias urinárias ou de feridas

  • Distúrbios urinários, após a intervenção (dificuldade para urinar ou sintomas de incontinência imperiosa)

  • Problemas relacionados com a anestesia utilizada
Incontinência urinária de esforço

Sinais de risco após a cirurgia



  • Vómitos

  • Vermelhidão das incisões ou fuga das mesmas

  • Fluxo vaginal anormal

  • Sensação de queimação ao urinar ou hematúria

  • Dor ou cólicas abdominais intensas

  • Forte hemorragia

  • Febre e calafrios

Recuperação


A duração do período de recuperação varia dependendo do tipo de cirurgia a que se realize. É mais longo para a cirurgia abdominal e mais curto no caso das intervenções vaginais ou com.


A intensidade do desconforto pode ser diferente para cada mulher. Algumas mulheres podem ter dificuldade para urinar por um tempo ou urinar com maior lentidão do que antes da cirurgia. Durante este período, é possível que seja necessário usar um cateter para evacuar a bexiga várias vezes ao dia. Em casos pouco frequentes, se uma mulher não pode urinar, por si mesma, pode ser necessário ajustar ou retirar os pontos ou o sling.


 

Se você está aqui é porque você está sofrendo um episódio de impotência masculina, e apesar de que não se trata de uma doença maligna, é um grave transtorno para o homem, já que faz com que não possa acontecer uma ereção, ou que de fazê-lo não seja eficaz para a relação sexual, por falta de dureza ou de curta duração.

O primeiro passo diante de uma situação DE é consultar um médico profissional com o fim de detectar a causa que a está causando, com o objetivo de curar ou controlar essa causa e assim poder diminuir em até erradicar os sintomas da disfuncion..

Desde há anos um dos tratamentos eficazes é a acupuntura impotência masculina, de fato, a acupuntura é para tratar diferentes tipos de doenças, sejam elas orgânicas ou psicológicas.

A acupuntura baseia-se na focalização dos nervos que se apresentam no corpo para poder liberar a energia. No caso da impotência acupuntura, utilizam-se ferramentas que simulam os nervos e a energia que tem o corpo para poder usar este tratamento para a melhoria e o surgimento das ereções. De forma natural e sem nenhum efeito secundário.

Para poder concretizar acupuntura para a disfuncion). é importante visitar um profissional do campo. Há que esclarecer que não deve, sob nenhum motivo usar as agulhas uma pessoa que não tenha conhecimento suficiente, porque não só não dará resultado, mas que o fato de colocar as agulhas em locais errados, podem ter um efeito adverso sobre a entidade e/ou provocar dor.

A colocação das agulhas, a acupuntura para a disfuncion. realizam-se no baixo ventre, podendo ser usado também em membros, tanto superiores como inferiores, esclarecendo que as áreas tratadas são distantes para os órgãos genitais, por que não explorar ou examinar a área compreendida pelos mesmos.

Quanto à dor provocada por sessões de acupuntura, é muito leve, alguns homens podem sentir um pouco de dor na região lombar, e outros, no entanto, não sofrer de qualquer desconforto, o que depende especificamente de cada pessoa que estiver realizando o tratamento.

Novidade – Super Massageador Digital

Nada melhor do que terminar o dia com uma boa massagem, não é mesmo?! Ainda melhor é ter ter à disposição um bom massageador.

É como se a gente tivesse um cuidado a mais com o nosso corpo. Pensando nisso, separei algumas dicas pra você, olha só:

  • Conheça o Super Massageador Digital para Acunputura:
  • Os massageadores são ótimos aliados da saúde e do bem-estar. Eles são ideais pra quem busca momentos de conforto, principalmente depois de um dia cansativo de trabalho.
  •  Aliás, o uso correto do massageador ajuda a melhorar a qualidade de vida, porque além de manter o corpo mais relaxado, o aparelho dá uma trégua para o estresse.
  •  O massageador pode ser corporal, para os pés, capilar ou até facial, podendo ser usado durante o banho ou no sofá da sua casa. Você escolhe o lugar!

Outro tipos tratamentos chineses que são utilizados em conjunto com a acupuntura impotência masculina, é a farmacopeia, tem um poder de nutrição sobre os órgãos que estão apresentando um défice, mais ainda quando a substância Jing está em declínio

Se usam substâncias naturais conhecidas como, por exemplo, o Cordyceps. Para realizar este tratamento, são utilizadas diversas substâncias específicas para tratar cada caso em particular.

Também, recomenda-se o Oi Gong, uma prática que concentra o Oi no baixo ventre, que é conhecido como Dantian, o centro energético.

Estes tratamentos são parte da medicina alternativa, pelo que se considera que não têm efeitos colaterais no organismo, mas como dissemos anteriormente, são práticas que devem ser realizadas sob o trabalho de um profissional na área.

Se você quiser mais detalhes sobre os tratamentos de impotência, não hesite em visitar: